Supremo decidiu que policiais civis e todos os servidores da área da segurança pública não têm direito a fazer greve O Supremo Tribunal Federal (STF) interpretou na semana passada que a Constituição não assegurou o direito de greve aos policiais civis e outros servidores que atuem diretamente na área de segurança pública (ARE RG 654.432).